Semana

Apesar da famosa segunda-feira ser um saco, esse dia da semana é o melhor para mim. Primeiro porque no fundo eu adoro trabalhar, adoro ter coisas para fazer e adoro correria. Depois porque a minha energia de segunda é um exemplo para todos: eu nunca estou mal humorada, e eu estou disposta para ajudar a todos e ainda fazer o meu serviço – em dia.

Fico até depois do horário, brinco com todos e estou sempre sorrindo, principalmente se o fim de semana foi bom.

Na terça não é muito diferente e mesmo se eu levei rala a segunda inteira eu consigo voltar animada, afinal, o outro dia já é quarta-feira, meio de semana, perto do fim de semana.

Chega quarta e eu começo a demonstrar um cansaço e uma pequena dificuldade para acordar. Quarta é um dia corrido, no qual tenho que fazer pesquisas em concorrentes e terapia no horário de almoço. Volto do almoço perto das 4 da tarde e o serviço começa a acumular. Ou o tempo demora a passar ou ele voa, depende do rendimento e no final acaba faltando coisa pra fazer. Ir para a faculdade na quarta, depois do trabalho, começa a incomodar. Chego em casa, tomo banho e durmo.

Quinta-feira meu despertador toca. Mais 10 minutos. Toca de novo. Mais 10 minutos. Toca de novo. Mais 10 minutos. Odeio o meu despertador e me odeio porque levantei atrasada. São 7 e meia e eu ainda estou de calcinha sentada na cama. Eu levanto, vou ao banheiro tampando os peitos, caso eu cruze com meu pai no meio do caminho, faço xixi, lavo o rosto e volto pro meu quarto ainda de calcinha sem saber que roupa colocar.

7 e 40 e eu ainda não comi coisa nenhuma, sinto fome e não posso chegar atrasada porque meu chefe vai olhar no relógio assim que eu entrar na sala e vai perguntar: “Você chegou agora?”.

Costumo chegar 5 minutos atrasada nessas quintas, trabalho muito bem até chegar 4 horas da tarde. O horário maldito: 4 horas da tarde de quinta-feira. Eu sou péssima. Eu não rendo. Eu paro tudo. Eu fico sonhando, bebendo água, indo ao banheiro, procurando coisas pra fazer diferentes das que eu tenho que fazer. De repente uma bomba aparece. É Sic Marketing me ligando, é oferta errada, é foto errada, é recado não recebido, é promoção surgindo, é de tudo que poderia ter acontecido calmamente de segunda a quarta, mas só acontece na quinta depois das 4 da tarde.

Saio mais tarde, sem vontade de ter saído mais tarde. As olheiras estão presente em meu rosto. Geralmente não vou a faculdade nas quintas.

Sexta-feira eu choro quando o despertador toca, levanto 7 e 35, tomo café, e chego uns 10 minutos atrasada. Saio para o almoço, volto do almoço, e chega 4 da tarde. De repente tudo fica tranqüilo e eu consigo render. Acho que é porque no outro dia é sábado. Faculdade sexta? Nem sei que aula tem.

Sábado de manhã eu acordo antes do despertador. Durmo mais um pouco e na melhor hora do sonho a desgraça toca. Eu penso em ficar doente, entrar em depressão e pedir licença por não ter condições psicológicas de trabalhar. Penso em marcar consulta com um psiquiatria e pegar um atestado de 20 dias alegando que o trabalho está destruindo minha felicidade.

Mas enfim, eu saio de casa. Quando chego um monte de gente fala “bom dia Carol”, “bom dia princesa”, “bom dia linda”, “bom dia querida” e eu até gosto. Sei que olham para minha bunda, mas até que me dá vontade de trabalhar. Sábado é tudo calmo e dá para tirar mais atraso de tarefas. Quando eu vejo, são quase 2 da tarde e eu tenho vontade de continuar trabalhando.

Chega domingo de noite e eu odeio ter que ir trabalhar no outro dia. Mas quando acordo na segunda, tudo muda e eu me torno a menina mais eficiente do mundo. Até na quinta, depois das 4 da tarde.

Anúncios

1 comment so far

  1. Li on

    somos duas.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: