O omelete

Na casa da minha avó, onde eu moro agora, é cheia de rotinas e uma delas é o omelete que meu avô faz. Bastou eu ter comido e gostado na primeira vez, que ele e minha avó acham que eu vou gostar do omelete para o resto da vida. Acontece que enjoa e eu enjoei.

É um omelete com um tanto de verduras, presuntos, queijos, fermentos, aquilo, aquilo outro, etc. Na primeira vez eu realmente gostei, na segunda também, na terceira já não era mais a mesma coisa, na quarta o cheiro me dava náuseas e na quinta eu comecei a fingir que estava comendo e colocava os pedaços falsamente engolidos no guardanapo e depois, discretamente, jogava fora.

Uma pessoa normalmente falaria: Vó, sabe o que é, enjoei do omelete, vamos mudar o prato?. Mas na casa da minha vovozinha as coisas não são tão simples.

Quando eu ouço ela falando para meu avô:

– Adôôôôneees, amanhã vamos fazer omelete porque a Carol A-DO-RA!

E meu avô responde:

– Com muito prazer!!! Amanhã vou caprichar!!!

Eu começo a sentir aquele cheiro, aquele gosto e sinto suores frios escorrendo pelas minhas costas.

Então eu resolvi agir como qualquer um agiria, resolvi tentar uma coisa raramente tentada na casa da minha avó: sugerir algo diferente do que ela costuma fazer.

– Vó.

– Fala Carolina.

– Sabe o que é?

– Hum?

– Amanhã eu não quero omelete, estou meio enjoada.

– OOOOOOO QUÊÊÊÊÊÊ????????????????????????????????????

– Oi?

– Você falou alguma coisa do omelete que seu avô faz para você??? O omelete que você tanto gosta??

– Eu? Eu falei?

– Você não quer mais o omelete? O-ME-LE-TE!

– Claro que quero! Eu só vim aqui falar que eu estava DE-SE-JA-DA daquele omelete.

– Então amanhã tem de novo, minha netinha. Adôôôôneeeeeees! Amanhã tem omelete!

 

Provavelmente morarei com ela até o final do ano. O jeito é continuar a inventar várias maneiras de fingir comer um omelete durante os próximos 7 meses.

Anúncios

2 comments so far

  1. Bia on

    Pois é. Quando eu era pequena, às vezes eu dormia na casa da minha avó. E Eu gostava mto de leite. Só que o leite da minha avó não era igual o da minha mãe, pq minha avó guardava leite novo em vasilha suja de leite velho e por isso ficava azedo (horrível!!!). Mas um dia eu tava assistindo os Muppet Babies (é assim q escreve? O do sapinho Caco e da Porquinha Pig) aí eles queriam comer uma coisa ruim, imaginando que era uma coisa super gostosa, e assim eles conseguiam comer. Aí na hora do leite da vovó eu imaginei que era o leite super gostoso e cheiroso da minha mãe. E eu, como era criança e tinha uma mega imaginação, consegui beber o leitinho azedo da vovó! hehehehe. Mas hj em dia essa técnica num funciona mais não. Quer dizer: tenta aí, Carol! hehehe.

  2. Telma on

    Nossa… complicado qndo vó fala, né? A minha tem mania de querer q a gente coma até comida estragada. Mas eu já falo que não msm e pronto. Não dou conta, rs.
    PS: coitada da Bia aí tbm, viu?! kkkk
    Beijos e boa sorte nos próximos 7 meses…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: