Archive for junho \29\UTC 2009|Monthly archive page

Pensei

Hoje eu pensei que eu poderia voltar a ser criança e não mais sair desta fase de encanto.
Hoje eu pensei que eu poderia ter 16 anos e não mais sair desta fase de grandes amizades e nenhum namorado.
Hoje eu pensei que eu poderia tirar o resto da vida para ficar lendo histórias encantadas e não parar de sonhar com coisas que não existem.
Hoje eu pensei que eu poderia não melhorar nada em mim e viver no meu mundo particular de fantasias. Me chamariam de louca, mas eu estaria no meu mundo.
Eu poderia ser a Mafalda, a Pequena Sereia, a Bela (Bela e a Fera), a Magali, a Gina do Harry Potter, a Alice do País das Maravilhas, ou qualquer oura personagem dos livros e dos filmes que nunca existiriam.
Qualquer coisa que fugisse da realidade.
Qualquer coisa que nunca mais acabasse.

Anúncios

Padre Fábio de Melo

Nosso Pe Fábio de Melo

Nosso Pe Fábio de Melo


Não, eu não sou católica e não admiro esse padre pelas suas palavras e conselhos. Mas vem cá, amiga. Que padre que vai ser bonito lá em casa!

Minha tia bisavó, de 92 anos, é uma verdadeira católica nata! Poderia até ter sido freira, de tanta pureza. Ela assiste TODOS OS DIAS aqueles canais Canção Nova e Rede Vida e eu bem que já tinha visto uma coisa ou outra desse padre. Esperto que é, ele usa e abusa da beleza e da carinha de inocente para conquistar fiéis e vender seus livros e CDs. Fiquei até com vontade de ler um livro seu (se alguém quiser me emprestar, eu aceito). Esperto que é, ele fala e escreve bem, deixando adolescentes católicas loucas com sua voz sedutora, sem querer ser sedutora, e idosas católicas, como minha tia bisavó, admiradas com belas palavras.

Pois então que este padre começou a fazer parte de minha rotina. Até sonhar com ele eu já sonhei!

Ah, por favor, não estou falando baixarias aqui, mas como é que um padre pode ser tão musculoso (sim, tem um livro cuja capa tem uma foto dele que dá para ver seus músculos), cheiroso, bem vestido, com a pele bonita, sobrancelha feita e ter lábios desenhados como os dele? Os padres não são gordinhos, baixinhos e de cabeça branquinha ou carequinhas?

Não venham me dizer que ele é enviado de Deus. Ele é enviado do Marketing Católico! É, senhoras, nesse mesmo canal de televisão em que ele atua, posteriormente ao coitado do Padre Marcelo (“os animaizinhos subiram de dois em dois”) eu vi uma propaganda de uma empresa que trabalha com Marketing Católico. Na propaganda falava das maneiras de fazer os fiéis entenderem a “importância” do dízimo, das maneiras de “conquistar” fiéis, etc.

E o Padre Fábio de Melo não precisa ficar repetindo “Jesus, eu te amo” 20 vezes como faz o Padre Marcelo, porque ele é dotado de beleza e sensualidade, conquistando todos os fãs do ex Padre Pop Rock.

E o Padre Fábio de Melo não precisa fazer músicas com coreografias que erguem as mãos e dão glória a Deus, pulando para os lados como faz o Padre Marcelo, porque ele é dotado de músculos que ficam evidentes com a maneira que ele canta.

E o Padre Fábio de Melo não precisa fazer um show especial com a Hebe, a Xuxa e a Ivete Sangalo porque somente seu olhar faz cair de joelhos uma adolescente e uma mulher na casa dos 30 e dos 40 anos.

Esse Padre Fábio de Melo é ou não O cara?

Quer falar comigo?

Precisa de falar comigo em particular? Quer me revelar alguma coisa absurda? Quer falar sobre alguma fantasia? Quer mandar um cartão romântico para a namorada e não sabe o que escrever? Quer mandar seu chefe pra China? Quer ser promovido? Quer pedir demissão? Apaixonou pelo chefe? Quer se declarar para sua chefa? Quer fazer um roteiro de trabalho pra faculdade? Quer aprender Biologia? Cansou de usar aliança de compromisso?

Oh Meu Deus! Então me escreva:

inacarol.carol@gmail.com

Um Beijo.

E me pediram

 

E me pediram para pensar no meu futuro, pois corro o risco de ser eternamente frustrada. E ainda frustrar os outros.

 

E me pediram para ser mais organizada.

 

E me pediram para ser mais calma.

 

E me pediram para comer direito.

 

E me pediram desculpas por serem estranhos. Ainda bem que a estranha não sou eu. Mas de vez em quando eu sou estranha sim e nem por isso saio por aí pedindo desculpas.

 

E me pediram para esperar 3 anos. E agora? Passaram os TRÊS anos. Que fazer?

 

E me pediram para ver que TRÊS meses passam rápido. Passam MUITO rápido. Mas os três anos passaram mais rápido ainda, engraçado.

 

E me pediram para ir lá na Loja 1 matar a saudade. Vou mesmo. Estou com saudade.

 

E me pediram para eu ver menas, MENAS, quantidade de uma comida lá.

 

E me pediram para eu parar de ser muito crítica e chata.

 

E me pediram para eu não sumir. Mas eu não sumi, não. Mas que mania de acharem que eu sumo!

 

E me pediram para encerrar o assunto. Então tá, assunto encerrado.

Namorados

O namorado chega à casa da namorada em seu carro, pois haviam combinado de sair. Ela entra:


– Oi.


– Oi.


Silêncio.


 


Ela quebra o silêncio:


– Não vai falar nada?


– Mas você também não fala nada.


– EU não estou falando NADA porque você só falou “oi” e mais NADA.


– Mas VOCÊ só falou OI quando entrou.


Silêncio.


 


Ela quebra o silêncio:


– O que foi?


– Nada.


– Nada??? Como nada?


– Menina, só estou dirigindo rumo ao aniversário da sua amiga.


– Eu nem quero ir nesse aniversário mais. Não suporto aquelas amigas dela.


– Quer voltar?


– Você concorda com tudo que eu falo?


– Então vamos para a festa.


– O que foi? Agora tá a fim dela também? Você, o mega simpático conquistador agora quer pegar a minha amiga aniversariante?


Silêncio.


 


Ela quebra o silêncio:


– FALA ALGUMA COISA!


– Por que você está gritando comigo?


– PORQUE EU SEMPRE GRITO E NUNCA TIVE CONTROLE DA MINHA VOZ E TEM 4 ANOS QUE VOCÊ SABE DISSO!


– Vou te levar pra casa. Não vou sair com você assim. ACABOU minha paciência. Não dá mais. Você sempre é a dona da razão. Chega. Cansei. CANSEI!


Ela chora:


– Você já cansou de mim tem tempo! Eu só não quero ir na droga do aniversário! E você sempre diz que tem razão quando diz que eu sempre sou a dona da razão então é você que é o dono da razão!


– Não precisa chorar.


– Não precisa mesmo. Mas eu não consigo me segurar! E EU GRITO MESMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!


Silêncio.


 


Param na porta da casa dela. Ela não desce do carro.


– É pra mim descer mesmo?


– Você vai continuar assim?


– Vou, mas passa.


– Então não precisa descer. Que horas vai passar?


– Sei lá. Estou tão insuportável assim?


– Eu não falei que você está insuportável.


– Quer saber? Quem cansou fui eu! Tchau!


– Se você descer do carro vai ficar ruim!


Ela desce, bate a porta. Entra em casa.


20 minutos depois ela liga:


– Alô.


– Oi…


– Oi…


– Quer tomar sorvete?


– Só se for agora! Tô passando aí!


– Beijo!


– Beijo, minha linda!

É hora de dizer adeus

Ele pegou o papel com o resultado, analisou, olhou na minha cara e me perguntou:

– Quanto tempo você quer continuar vivendo?

– Como?

– Com 40 anos de idade todas as suas veias estarão entupidas.

– Oi?

– 110 é o número considerado perigosíssimo para uma mulher de 40 anos. O seu está 192. E você tem 22 anos.

– Eu li aí isso mesmo.

– A partir de AGORA, eu disse AGORA você vai mudar toda a sua alimentação. RADICALMENTE. Certo?

 

Certo, né? Certo, fazer o que? Entupir veias e morrer logo? Morrer de colesterol, que chique.

Acabou, chegou a hora de dizer adeus aos meus cachorros-quentes antes de ir para a faculdade, aos meus pasteizinhos fritos de queijo, carne e palmito, aos refrigerantes (que eu só tomava nos fins de semana), aos pedaços de pizza com borda recheada de requeijão, ao meu SORVETE!!!, aos sanduíches, à tapioca que vende na praça aos domingos, aos espetinhos do Posto 5 e do Momentus, às esfirras do Haddik, aos salgadinhos fritos (coxinhas, quibes),  aos bolos de chocolate com cobertura de brigadeiro, ao leite de vaca gorduroso que vem da fazenda, ao pão com muita manteiga, às lasanhas, às macarronadas, enfim, dizer adeus às comidas gostosas, saborosas e cheirosas.

Nem bolacha recheada pode. Hoje almocei alface, pepino, feijão e arroz. Tinha ovo cozido, porque não pode ser frito e ainda assim, no máximo 2 ovos por semana.

 

Vale a pena, Carol, é para sua saúde. Tá bom, mas e se acontecer igual aconteceu com o amigo do meu avô que fez uma dieta saudável, sempre sentindo falta de boas comidas, e, quando estava quase lá morreu de acidente. Tenho certeza que se ele tivesse continuado com os pasteis e o cachorro-quente, teria morrido de acidente do mesmo jeito, porém, muito mais realizado.