Archive for the ‘Amigas’ Tag

Essa noite eu sonhei com você

Não sei porque, pois tem tanto tempo que a gente não se econtra de verdade que eu já nem sentia mais saudades. As últimas vezes que te vi foram tão rápidas e tão diferentes do que costumavam ser, que eu nem imaginava que poderia ter um sonho desses.

Então eu encontrei uns arquivos pra lá de antigos no computador e foi mexendo neles que vi uma foto sua com o mesmo cabelo que você tinha no meu sonho. Era naquela época de cabelos ruivos, sabe? E bem lisinhos. Bati o olho naquela foto que você tirou enquanto falava no celular comigo chorando por causa de um namoradinho insignificante e lembrei do sonho…

No sonho eu e a Isa te chamávamos pra sair, mas apesar de falarmos pelo celular eu te via e você falava que não sabia se ia ou não com aquela voz de dúvida sua e fazia aquela sua cara de “não sei” acompanhada de uma risadinha. A Pri também estava lá e chamava pra festa que era na fazenda.

Foi tão bom, porque a gente não tinha nada de mais importante a não ser te convencer de ir na festa da fazenda. E você estava em dúvida, imagino, porque também sente saudades daquela época, mas faz de tudo para lidar com a nova fase paz e amor vegetariana que você inventou de viver. Uma fase que eu não entendo, pois você mudou muito e deixou muita coisa para trás. Praticamente não é a mesma pessoa, a mesma amiga de antes.

Então resolvi fuçar até encontrar mais fotos nossas. A gente se divertia tanto. Encontrei umas frases nossas como aquela que diz que até as cerejas são felizes menos nós, mas na verdade eu era feliz sim com você ao meu lado, ou ao lado da Balalaika que sempre virava nossa companheira.

De repente deu um salto no tempo e do nada tudo ficou para trás e nós praticamente viramos conhecidas. Talvez se eu não tivesse te convencido a ir naquela rave comigo você nunca teria começado a gostar dessas coisas de natureza com drogas, apesar de afirmar que só gosta mesmo é da música e da natureza. Eu também gosto mesmo é apenas da música e da natureza, então porque eu comecei a me sentir tão diferente de você e a gente nunca mais conseguiu ter uma conversa em comum?

Essa noite eu sonhei com você e me vieram os belos momentos guardados na memória.

Cerejas Felizes

Ate as cerejas são felizes

Anúncios

Papo de amigas (amigas?)

– E aí? O que fez ontem?

– Dormi. E você?

– Aquilo.

– Devia ter dormido. Agora vai se arrepender.

– Não vou mesmo. Foi bom.

– E o Marcelo?

– Gosto dele. Mas eu sei o que vocês já fizeram.

– Como?

– Ele me contou. Desencana, ele não te quer. Ele riu de você.

– Ele sempre ri de você quando está comigo.

– Por isso ontem saí com o Felipe.  Se ele quer aproveitar, eu também vou aproveitar.

– Foi bom com o Felipe?

– Foi. Ele sabe beijar, sabe onde pôr a mão.

– É grande?

– Médio. Já vi maiores.

– Grande demais machuca. Uma vez até sangrei, foi um desastre.

– Eu também prefiro médio. Não sou uma atriz pornô.

– O que mais vocês fizeram? Onde mais ele colocou a boca?

– Larga de ser besta. Foi o básico mesmo.

– Papai-mamãe?

– Nem tão básico. Mas ele tem uma língua. Língua e mãos…

– Ele beijou lá! Pode falar.

– Não, é sério.

– O Marcelo já fez isso em você?

– Já. Em você também?

– Já.

– Nojento.

– Muito.  Como ele pode chegar nesse ponto com nós duas?

– Trouxa. Pega as duas e ainda faz isso?

– Mas você é a que ele assume de vez em quando para o povo. Você gosta dele.

– Gosto. Mas depois de saber disso, que ele faz de tudo com as duas… Melhor acabar com essa história.

– Ele fez ontem. Na verdade eu dormi com ele.

– Mas antes de ontem ele fez em mim! Cretino!

– Viu? Ta gostando mesmo dele. E fica de bobeira com o Felipe.

– Melhor largar o Marcelo de vez.

– Pra quê? Pra chorar o resto da vida?

– Gostei de ontem ter ficado com o Felipe. Não vou sentir falta do Marcelo.

– Faz o seguinte, fica com o Marcelo pra você. Não preciso dele.

– Mas o que eu faço do Felipe?

– Hoje ele já me chamou pra sair. Deixa que eu cuido dele.